Faroeste de Colombo

É isso que todos merecem?

Aglomerados na porta do sol refletiam a flor-da-noite desbotada.

Consultas perdidas… Por causa das duas presas da velha e velha jornada da pantera e das caminhadas fundidas no chão de barro.

Contraste a meio caminho! Casacos de gelo e neve, há vontade.

A senhora do campo está sangrando…

Eu também estou sangrando…

Meu filho está sangrando…

Todos sangram sem sentido.

 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s