Leite do Sapo

A distância que separa os olhos de luz, talvez você tenha dito a escuridão nas mãos que escapa do vento frio, esperando pelo grande limiar entre o paraíso e os detalhes da maquilagem com lápis preto na câmara que distrai os sete pecados capitais.

Bordas curtas em um pequeno toque da brisa,

Eu sei o tempo e a data da cerimônia festiva de gritos e dor pelas escadas ardentes que não deixam brilho e nenhuma luz nos rostos distantes e vazios por coberturas esquecidas, que não se move e não sente a próxima partida.

Partida, partida, partida …

Não mude a cena até tarde da noite de camas cheias de tristeza, mas esperando e acreditando que o corpo ainda está de pé após a tempestade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s