Cold Nose

Os fantasmas disfarçados de pequenas coisas sutis, não sou portador dos cânticos eternos sou portador dos infinitos dias.

A leveza do vento a leveza das águas; É tudo natural! A rapidez de chegar os galhos quebrados o medo que vêm e que cresce na ponta do teu nariz branco.

Te reparei escorada no portão, observando as luzes da cidade, luzes distantes e da cor de um girassol girando em torno de si mesma.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s